Já tentei de varias maneiras te dizer que esse seu modo de agir está errado, tentei de vários jeitos te mostrar que seu lugar é comigo, não no mundo sozinho, mas você praticamente optou por isso, por falta de aviso não foi, nem por falta de carinho, atenção, porque foram coisas que eu sempre te dei. Eramos mais felizes, nós saiamos, brincava, tomava sorvete de casquinha, íamos para qual quer lugar ficar sentados conversando por horas, até planejávamos um futuro lindo, onde cabia eu e você. Mas ai, o mundo deu uma uma volta bem grande, e toda aquela felicidade espontânea, virou algo bizarro e aparentemente forçado, você deixou de me olhar e tratar com carinho, deixou e não queria mais sair comigo, desmarcava e esquecia todos os compromissos que tínhamos marcado a muito tempo, começou a dar prioridade para outras coisas e pra pessoas que pouco se importava com você e sim com o que você tinha. Você fez coisas que eu nem imaginava, como por exemplo, elogiar varias garotas e digamos que se atirar pra outras, só pelo fato de querer se sentir ''poderoso'' de sentir que mesmo namorando, você ainda podia ter quem queria na palma da sua mão.
Abri mão de amigos, família, passeios de tudo, só porque você dizia ''está errado''. Briguei com a minha família por você, passei por apuros por você, e passei por coisas que você nem sabe e nunca vai saber, só pra ficar bem com você e ter um relacionamento sadio. Guardei sentimentos e palavras, eu gostava de falar sobre alguns assuntos que você não gostava, mas você nem fazia questão de ouvir, agora quando era comigo, você falava de coisas que eu mal entendia, mas eu via sua felicidade em falar daquilo, então eu ouvia até chegava a pesquisar mais sobre aquilo pra podermos ter mais o que falar quando você viesse com esses assuntos, tinha medo de falar com você e você vir com ''patadas''.

  Aguentei desaforos, aguentei você em todas as brigas lembrando de coisas que me deixava mal, aguentei você dizendo ''olha pra você, você acha que alguém iria aguentar você além de mim?'', aguentei você me desejando mal todas as vezes que eu não dizia o que você queria, aguentei você brigando porque não gostava de ouvir minha opinião, eu conversava com você, desabafava te mostrava algo que eu gostava e você virando os olhos dormindo, pouquíssimo interessado, aguentei você escondendo coisas de mim e mentindo na minha cara mesmo eu sabendo toda a verdade, aguentei até pessoas que eu mal conhecia falando de coisas erradas que você andava fazendo, e o que você fez? nem ligo o tempo todo. Enquanto eu, sempre numa briga tomava cuidado com todas as palavras pra não te machucar, as vezes eu nem respondia, mesmo você atacando com palavras ardidas que fazia ate eu chorar depois, eu sempre pensava '' eu não vou machucar ele'' isso valia com atitude ou palavra.

  Hoje você só pensa em você e no seu bem estar, não pensa pra dar uma resposta, não pensa pra nada, porque você sente a necessidade de me colocar pra baixo, depois colocar a culpa em mim e ver eu indo atras novamente. Dizendo que os motivos que eu ''arranjo é bobeira''. Desculpe, mas não sou obrigada a ver e ouvir coisas e ficar quieta como você sempre quis. Nossos planos, nossas vontades foram tudo por água a baixo, por que você quis, sempre fiz de tudo pra ter um relacionamento sadio, mas você não lutou um pouco pra melhorar de verdade em tudo, como namorado, com a minha família, princialmente com nós. Você sempre dizia que viveria bem sem mim, mas como tem uma namorada para cuidar de você, você não tem o porque ''se cuidar''. Sempre te perdoei sem ao menos você me pedir perdão, sempre acreditei na sua mudança sem você me dar motivos pra acreditar, sempre acreditei na gente porque eu amava você. Mas um relacionamento precisa de duas pessoas, uma ao lado da outra, amando, cuidando e respeitando, não apenas um...


2 Comentários

  1. Que lindo Be gosto dos seus textos estava sentindo falta

    ResponderExcluir
  2. Me identifiquei, tive um namoro assim . saudade dos seus textos também

    ResponderExcluir